É fundamental implementar e gerir os sistemas de HACCP nas organizações, através da eliminação ou redução de perigos, de forma a garantir a não exposição do consumidor a alimentos não seguros.

A alimentação é um fator determinante na saúde e bem-estar, o que obriga ao desenvolvimento de boas práticas de segurança alimentar, com o objectivo de poder evitar potenciais riscos que podem causar danos aos consumidores.

Neste sentido, temos como objetivo intervir de forma preventiva, aplicando princípios técnicos e científicos na produção e manipulação dos elementos desde o primeiro contacto.

O que é um alimento não seguro?

Não são seguros os alimentos que podem ser prejudiciais à saúde humana ou que de alguma forma possam ser impróprios para o consumo humano.

ASAE – O que é HACCP?

A implementação do sistema de HACCP é realizada através de:

  • Auditorias técnicas e respetivos relatórios;
  • Avaliação das condições funcionais e higieno-sanitárias das instalações e dos equipamentos utilizados;
  • Implementação e/ou verificação da aplicação de um sistema de gestão e rotação de stocks;
  • Controlo na receção e armazenagem de matérias-primas;
  • Elaboração/verificação de planos de limpeza e respetivos registos devidamente normalizados;
  • Rastreios de manipuladores e superfícies;
  • Testes de análise à qualidade dos óleos alimentares usados;
  • Recolha de amostras para analise laboratorial.